cabecalho PauloMouraoSenador131 1900x600

Notícias

“Nós precisamos resolver o problema da nossa educação para recompor a massa crítica da cidadania”, foi o que disse o candidato ao Senado Federal, deputado estadual Paulo Mourão (PT), aos professores das escolas públicas do Tocantins, reunidos neste sábado, 15, no Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) para aula da especialização Linguagens, Cultura, Educação e Tecnologias.

Ao lado do presidente do sindicato, José Roque, do candidato ao governo do Tocantins Marlon Reis (REDE) e do candidato a deputado federal, Professor Adão Francisco (PT), Paulo Mourão, que foi quem destinou a emenda no valor de R$ 260 mil para viabilizar a pós-graduação em Palmas e Araguaína para os professores da Rede Pública de Ensino, lembrou que desde sua atuação enquanto deputado Federal tem por prioridade de atuação a educação.

Reunao formacao de professores no SINTET 15 09 18 3

Reunao formacao de professores no SINTET 15 09 18 3

“Quando valorizamos a educação e oferecemos formação aos servidores, temos grandes chances de mudar a realidade do ensino no Tocantins e assim ofertar oportunidade de desenvolvimento inclusivo aos nossos jovens”, ponderou Mourão.

Diante do atual cenário da educação no Brasil e no Tocantins Paulo Mourão lembrou que o Estado tem uma dívida altíssima, tendo em vista que na história, a educação não foi prioridade para a maioria dos governos. “Na gestão do presidente Lula vimos um grande avanço. Foram dezenas de novas universidades, a implantação dos Institutos Federais de Educação e a destinação dos recursos do Pré-Sal para a formação dos nossos jovens”, lembrou Mourão ao lamentar a atitude do governo do presidente Temer (PMDB), que destinou o potencial de renda para empresas estrangeiras.

“Temos que mudar essa realidade e voltar a garantir que a prioridade dos investimentos do Brasil sejam em educação, afinal professor e aluno não representa gasto, mas investimento”, disse o candidato ao Senado.

Universidade parceira

Na avaliação de Paulo Mourão, há uma forma de ofertar uma educação pública, gratuita e de qualidade. “Temos que ser parceiros das academias. Junto às universidades vamos desenvolver processos de estruturação e desenvolvimento inclusivo do estado”, disse.

O candidato a deputado federal e também professor da Universidade Federal do Tocantins, Adão Francisco, concordou com Mourão e falou da importância da ação do deputado em destinar emendas e se preocupar com a educação do povo tocantinense. “Hoje vemos uma grande desfeita das políticas públicas para educação em âmbito local e nacional, mas quando nos deparamos com uma pessoa como o deputado Paulo Mourão, comprometida com um futuro melhor para todos priorizando a educação, conseguimos ter esperança de um desenvolvimento inclusivo na nossa sociedade”, avaliou o professor.

O apoio à candidatura de Paulo Mourão ao senado não para de crescer. Nesta quinta-feira, 13, a candidata a vice-presidente na chapa encabeçada por Fernando Haddad (PT), Manuela D’Ávila (PCdoB), mandou um recado para a população do estado e pediu o apoio dos e das tocantinenses à candidatura de Mourão, que tem por primeira suplente a professora Germana Pires, única mulher candidata ao senado no Tocantins.

card mourao e haddad e manu

“Uma mulher e um homem construindo juntos uma vaga no Senado em defesa da educação pública de qualidade”, afirma Manu ao lembrar que no Tocantins construiu-se uma candidatura forte em defesa da evolução inclusiva de todos os tocantinenses.

Mourão defende que somente por meio do investimento em educação de qualidade é possível alcançar o desenvolvimento sustentável e inclusivo da população do Tocantins e acredita que com Haddad e Manu no comando do País, os projetos iniciados por Lula terão continuidade.

“Tivemos um momento de felicidade quando a esperança venceu o medo e elegemos Lula, mas quando o Brasil foi tomando o rumo do desenvolvimento inclusivo a passos largos, a elite brasileira se incomodou e iniciou o processo do golpe. Agora podemos romper com o atraso e retomar a felicidade do povo tocantinense”, afirma Mourão.

 Veja o vídeo gravado por Manu na  página do Senador Paulo Mourão Oficial no Facebook: Clique aqui!

 

 

Candidato a Senador pela coligação Frente Alternativa (PT, Rede, PV, PRTB, PC do B e PSD), Paulo Mourão (PT), fez corpo a corpo na manhã desta quinta-feira, dia 30, na Avenida Bernardo Sayão, centro de Paraíso.

O senadoriável abraçou eleitores, posou para selfies e entregou santinhos. O candidato disse que se eleito Senador irá atuar em defesa dos trabalhadores, defender mais recursos para a educação, saúde e geração de empregos. Paulo Mourão estava acompanhado dos seus dois suplentes, a primeira suplente professora Germana Pires e o segundo suplente, o médico Luís Antônio, que é de Paraíso.

Caminhada Paraíso 2

Mourão disse que fez questão que seus suplentes representassem as suas duas principais bandeiras, educação e saúde. “Geralmente quando se escolhem os suplentes levam-se em conta pessoas que tenham dinheiro, que possam contribuir financeiramente com a campanha, eu escolhi pessoas que têm compromisso com a cidadania, que possam me amparar  no debate de ideias e projetos para melhorar a vida do nosso povo”, destacou o candidato.

Ainda acompanhavam Paulo Mourão o candidato a deputado federal do PT, Júlio Carteiro, além de militantes do partido. A aposentada Ivanilda Francelino Vieira está apoiando a candidatura de Paulo Mourão por entender que ele representa a melhor opção para o Tocantins. “Paulo Mourão é experiente, está preparado para nos representar no Senado Federal, conheço a história política de Paulo Mourão e não tenho dúvidas que será um Senador que vai nos orgulhar muito”, afirmou.

O entregador de panfletos Cameron Campos também está com Paulo Mourão. “Meu voto é Paulo Mourão, não precisava nem pedir”, disse o eleitor após ser cumprimentado pelo candidato na caminhada pelo centro de Paraíso. A estudante de Matemática do IFTO, Ana Karoline Alves de Souza é grata a Mourão por ter a oportunidade de estudar para ter uma profissão. “Sei do trabalho dele para trazer para nosso estado os institutos federais e a UFT de forma multi campi, é um senador assim que precisamos ter que valoriza a educação”, afirmou. Em vários momentos, Paulo Mourão lamentou a falta de uma política de estrutura educacional no país. “Enquanto a educação é um investimento em qualquer lugar do mundo, no Brasil é considerada gasto, vamos defender investimentos em educação, tecnologia, pesquisa e inovação para gerar desenvolvimento, renda e emprego”, garantiu.

Caminhada Paraíso 4

Após a caminhada, Paulo Mourão concedeu entrevistas às duas rádios locais. Primeiro, ele participou de entrevista na Rádio Paraíso FM, no programa A Voz do Tocantins. Em seguida, à Rádio Líder FM, no programa Tribuna do Tocantins, a Voz da Comunidade. Nas entrevistas reforçou seu compromisso com a educação, saúde, a agricultura familiar e o desenvolvimento nas diversas regiões do Estado. “Temos que promover melhor distribuição das riquezas, melhorar a renda do trabalhador, combater as desigualdades sociais, estimular a renda e gerar emprego”, destacou.

Mourão considerou que o Bico do Papagaio e o Sudeste precisam de muita atenção no que tange a formação de mão de obra qualificada, fortalecimento da economia rural e gestão dos recursos hídricos. “É uma gama de avanços que é preciso fazer”, sustentou.

Ele também destacou o papel da sociedade para mudar os quadros da política brasileira. “A única forma é através do voto, o povo está desesperançado com os políticos, mas temos que estimular a consciência cidadã, esse é o remédio para corrigir o Brasil, a consciência é o voto, precisamos eleger políticos que se doam à comunidade, precisamos fazer uma escolha qualificada para sair desse marasmo e é só escolhendo melhor nossos representantes”, observou.

Agenda no Sul

Nesta sexta-feira, dia 31, Paulo Mourão cumpre agenda em Gurupi durante todo o dia, participando de caminhadas e reuniões. Já neste sábado, dia 1º, ele estará em Formoso do Araguaia, participando e visitas e reuniões, bem como em Dueré e Aliança.

Fotos: Lucas Dantas 

O candidato a senador Paulo Mourão (PT) pela coligação Frente Alternativa (PT, Rede, PV, PRTB, PC do B e PSD) se reuniu na noite desta quarta-feira, dia 29, na sede do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins (SINDARE) com  representantes de sindicatos para apresentar suas propostas para o Senado e a plataforma “Participe para a Evolução do Tocantins”, uma ferramenta de campanha do site do candidato, que será utilizada como instrumento indutor de debate popular.

reuniao com sindicatos SINDARE 29 08 18 27

Estavam presentes, além do presidente do Sindare, Jorge Couto, o presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Tocantins (Sindperito), José Rodrigues da Silva Filho; o presidente do Sindicato dos Instrutores de Trânsito, Eduardo Siqueira Costa; representando do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), o secretário geral Karlos Furtado e Rosimar Mendes; o Assessor Especial da CUT, Saulo Campos, além de membros dos sindicatos citados acima.

Paulo Mourão disse aos sindicalistas que a plataforma é uma ferramenta que será usada para fomentar o debate no Estado. “É um projeto de visão da cidadania que movimentará o sentimento e os anseios da sociedade, estimulando assim, a consciência política e fortalecendo o envolvimento do nosso povo nas discussões, promovendo uma grande interação para compreender melhor e retratar a realidade dos anseios da sociedade”, destacou.

Candidatura ao Senado

O senadoriável falou que o motivo que o leva ao projeto de candidatura ao Senado, é principalmente pela vontade que tem em defender os assuntos de interesse do Estado. “O povo brasileiro precisa de senadores experientes, comprometidos e com coragem para fazer a defesa dos assuntos do Estado cidadão e não do sistema financeiro, zelando principalmente pelos direitos constitucionais do povo brasileiro e promovendo as leis que de fato beneficiem nossa gente” afirmou,

Reforma da Previdência

“Temos que eleger senadores compromissados em fazer os estudos aprofundados das reformas: como a da Previdência, Tributária e a Trabalhista, essa que principalmente envolve os direitos da nossa classe trabalhadora.  Não dá para sair por aí aprovando reformas sem antes fazermos os estudos das receitas e do diferencial social, observando as desigualdades sociais e regionais do País”, observou.

Mourão que sempre foi preocupado com assuntos referentes a previdência, destacou que a Seguridade Social Brasileira é composta por um volume grande de fontes de receitas e que não justifica dizer que há um déficit previdenciário no Brasil. “A Seguridade Social possui algumas fontes de receitas provenientes de impostos, como o IPI, PIS/PASEP, FGTS, Imposto de Renda, o Imposto Sobre o Lucro e o COFINS que é uma das maiores receitas. Tudo isso compõe a seguridade social.  Então o volume desses recursos é o tamanho que o governo federal retira da seguridade social 20% que são as Desvinculações de Receitas da União (DRU). Se a Seguridade Social está deficitária como eles afirmam, porque então eles retiram esses 20%? Isso não deveria acontecer. Então eu como Senador vou pedir uma auditoria sobre as receitas”, destacou.

Para Mourão, a forma como está sendo proposta a Reforma da Previdência fará com que a maioria dos brasileiros sejam penalizados, trabalhando cada vez mais e se aposentando mais tarde. O Candidato disse que também que vai propor um estudo sobre a questão da idade abrangendo a situação do trabalhador de cada região do país. “A idade média do povo tocantinense é 73,4 anos, a dos nordestinos é de 68,9 e a da população do sul é de 76,8%. Como é eu vou pegar o trabalhador e dizer que só vai aposentar quando ele tiver 66 anos, isso não é possível, é de uma crueldade. Não só prejudicará as camadas de menor renda, mas a população que mora nas regiões Norte e Nordeste, ampliando a desigualdade regional e a desigualdade de renda no país. Então eu tenho que fazer um estudo maior sobre essa ordem heterogênea e miscigenada que é o Brasil, observando as desigualdades sociais e regionais do país”, explicou.

Reforma Tributária

O senadoriável disse que a reforma Tributária é outro ponto que precisa ser melhor debatida e avaliada. Ele defende e reforça que o país não vai conseguir avançar se não fizer uma revisão tributária. “Temos que ter uma discussão ampla sobre a modernização do sistema tributário brasileiro, da revisão dos benefícios tributários à carga tributária no país. Só para se ter uma ideia a soma de todos os impostos, contribuições e taxas pagas pelos cidadãos e empresas em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) está entre as mais altas do mundo”, pontuou Paulo Mourão.

Mourão explica que a carga tributária brasileira tem um peso muito elevado de impostos que prejudica o crescimento econômico do país. Os brasileiros convivem com um sistema de arrecadação de impostos muito complexo e ineficiente, que aumenta os custos, eleva a carga tributária, gerando insegurança e prejudica principalmente o crescimento da nossa economia. “A alta carga tributária impede o crescimento do PIB e o desenvolvimento do Brasil, em função das altas taxas dos juros. Então é preciso haver um equilíbrio desejável e necessário para o reencontro do país com o crescimento econômico e com a inclusão social”, avaliou.

Reforma Trabalhista

Com relação a Reforma Trabalhista o candidato ao Senado disse que teve alguns avanços para a relação empresarial e empregado, mas que o resultado dessa reforma não foi muito boa para a classe trabalhadora. “Essa reforma não foi muito bem concebida, infelizmente não houve interesse no diálogo. É preciso entender que o sistema de relações do trabalho necessita ser modernizado, mas da forma como foi feita não andou para a frente, mas sim, para trás, ocorrendo um retrocesso com precarização dos direitos de trabalhadoras e trabalhadores cometida pelo Governo Temer Isso também precisa ser melhor avaliado”, considerou.

Livro

Após a explanação, o candidato recebeu das mãos presidente do Sindare, Jorge Couto, um livro sobre “A Reforma Tributária Necessária: Diagnóstico e Premissas”, escrito por 42 especialistas, que traz 39 artigos em seu conteúdo, com estudos na área do direito tributário.

Jorge Couto disse que é um estudo da qual o Sindare fez parte,  que traz uma reforma solidária pensando mais no cidadão. “Temos neste livro diversos dados internacionais e nacionais bem contemporâneos com alternativas e soluções significativas para o sistema tributário brasileiro, com o princípio de combater a excessiva carga tributária sobre o consumo e atacando de forma mais veemente o patrimônio onde há grande concentração de rendas”, justificou.

“Esta publicação é para subsidiar não apenas a sua campanha, mas principalmente a sua atuação dentro do Senado.  O senhor é um político que tem tido o compromisso de combater essa absurda desigualdade no tratamento tributário e econômico do país, por isso este livro é para o senhor fazer uma leitura ampla acerca do assunto, e entender melhor quais ações podem ser feitas para melhorar nosso País”, destacou Jorge Couto.

Plataforma Participe

A plataforma “Participe Pela Evolução do Tocantins” é uma ferramenta que está disponível no site de campanha do candidato ao Senado PauloMourão. Os interessados em contribuir para a discussão, basta acessar a plataforma através de computador, smartphone ou tablet, por meio do endereço: www.paulomourao131senador.com.br, e fazer um cadastro simplificado na própria plataforma, em seguida fazendo o login para estar apto a participar dos debates pela evolução do Tocantins.

Após o login, basta opinar nas conversas, que são divididas em cinco eixos temáticos: Desenvolvimento Agro Sustentável, Economia e Tributos, Educação e Inovação, Segurança e Inclusão, Saúde e Bem-estar.

A dinâmica de participação se dá em um fórum de discussão, permitindo a sua opinião e a interação com a opinião dos outros participantes. Para isso basta escolher a, ou as conversas, e participar da evolução do Tocantins, sendo atuante na elaboração da plataforma de ação do senadoriavelPaulo Mourão.

O cidadão pode ainda sugerir novos temas sejam debatidos na plataforma enviando uma mensagem e a equipe do candidato vai trabalhar para disponibilizar a conversa necessária para a discussão de novas políticas públicas para a sua comunidade.

Foto: Antônio Gonçalves

Democracia forte é a defesa do candidato ao senado Paulo Mourão (PT). Ele se reuniu com a comunidade de Aliança do Tocantins na noite deste sábado, 1 º, em uma grande reunião, a fim de conversar sobre a importância de exercer os direitos democráticos a fim de fazer com que a felicidade do povo tocantinense seja realidade.

Reunião na casa do Ze Pequi em Aliança 01 09 18 4

“Precisamos acabar com a desigualdade e para isso precisamos conhecer a realidade. A ONU [Organização das Nações Unidas] mostrou em relatório que em cada 10 crianças brasileiras, seis ainda vivem em extrema pobreza”, alertou Mourão.

Ele lembrou que o país ainda não oferece oportunidades para a evolução da sua população. “Ainda não se vê a oportunidade igual para todos e todas. Precisamos entender que avança quem é mais feliz e para isso é preciso dar as condições básicas para a população que é educação, saúde e lazer”, ponderou Paulo Mourão ao lembrar que o trabalhador e a trabalhadora precisam agir, pois “os que estão lá em cima acham ruim quando quem está em baixo evolui”.

“Foi isso que aconteceu com Lula”, desabafou Mourão ao lembrar que nos governos petistas mais de 40 milhões de pessoas deixaram a extrema pobreza. “Isso incomodou os poderosos”, alertou ao lembrar que a derrubada de direitos promovida pelo atual governo está velada pela ilusão de uma vida melhor. “Eu pergunto, melhor para quem? Só se for para a classe dominante”, disse.

Situação pós impeachment

Com o número de desocupados no Brasil chegando a 21 milhões, entre desempregados, subempregados e desistência do trabalho, Mourão lembrou que quando Dilma Rousseff deixou a presidência eram sete milhões nesta situação.

“Nos últimos dois anos tivemos aumentos abusivos no gás de cozinha, no combustível, na energia, o trabalhador brasileiro perdeu direitos garantidos e ainda corre sério risco de ficar sem se aposentar”, avaliou o candidato ao senado.

Escolha responsável

Segundo Paulo Mourão para conseguir reverter a situação difícil em que se encontra a sociedade brasileira é preciso os brasileiros elegerem representantes que trabalhem pelo povo e não em benefício próprio.

“Precisamos acertar em quem votar pois o poder emana do povo. Precisamos escolher com responsabilidade, votar em quem conhecemos o trabalho e que lutem pela defesa do trabalhador”, alertou o candidato ao Senado.

Reunião

Ao lado de Mourão se reuniram candidatos a classe trabalhadora, como Vilmar Sousa, Professor Fabiano, Dr Arimateia, bem como o presidente do PT municipal, José Pequi, que falou ser “importante apoiar Paulo Mourão no Senado e os candidatos que defendem os direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras”.

Pequi finalizou o momento dizendo aos presentes em sua residência, entre amigos, militantes do Partido dos Trabalhadores e representantes de movimentos sociais, que “nós precisamos escolher pessoas comprometidas com o bem comum para que as políticas públicas cheguem a todos sem distinção”.

Fotos: Antônio Gonçalves

Acabar com o descaso dos governos é a meta do candidato ao Senado, deputado Paulo Mourão (PT) que nesta sexta-feira, 31, desembarcou com sua comitiva em Gurupi para chamar toda a comunidade para juntos trabalharem pela evolução do Tocantins.

IMG 3714

Durante reunião ampliada na residência do candidato a deputado estadual Joessi do Skinão, Paulo Mourão agradeceu a presença dos moradores do Setor Vila Nova e alertou que nas eleições gerais deste ano o futuro do Tocantins está nas mãos de cada cidadão e cidadã.

“O descaso do governo traz grandes problemas para a sociedade, que sofre com os aumentos abusivos, como o do gás de cozinha, do combustível e tantos outros que são postos para o cidadão, sem contar a insegurança, a saúde que está na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e a nossa educação que pede socorro”, afirmou Mourão.

Na avaliação do candidato ao Senado para resolver os problemas do Brasil é preciso eleger Lula presidente do Brasil, pois “ele é o único, entre todos, que terá o compromisso com o desenvolvimento social do Brasil”.

Neste sentido Paulo Mourão foi categórico ao lembrar que o Brasil e o Tocantins vivem um conflito constante pois muitas vezes a escolha dos representantes é feita de forma errada. “Por isso temos que entender que o poder emana do povo e somos nós que podemos mudar essa realidade. O Voto é a única forma de mudança desse nosso Tocantins”, alertou.

Joessi do Skinão concordou com o senadoriavel e ao lado dos candidatos a deputado federal Dr. Arimatéia e Professor Fabiano, falou da importância de buscar nomes responsáveis para a política. “Não queremos mais ter grandes discursos, precisamos de ação, precisamos de representantes comprometidos com o povo”, disse.

Contato com eleitor

A grande reunião encerrou um dia de atividades da comitiva do candidato a senador Paulo Mourão em Gurupi, que iniciou o dia com uma caminhada ao lado do candidato ao governo, Marlon Reis (REDE), pelo comércio da Avenida Goiás e juntos conversaram com os comerciantes, ouviram suas demandas e apresentaram as soluções possíveis.

O comerciante Gerson Coelho relatou a dificuldade dos empreendedores em manter o seu negócio aberto. “As cargas tributárias são muito altas, nós temos que lutar muito para continuar com as portas abertas e por isso precisamos de pessoas como Paulo Mourão no Senado para buscar uma alternativa que atenda a nós empresários e a sociedade como um todo. Precisamos de mudança na política”, disse Gerson.

Educação

Ainda durante sua visita a Gurupi, Mourão visitou a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e lá pode ouvir as demandas dos estudantes da instituição, que ele teve papel fundamental em sua fundação, tendo em vista que foi o autor do substitutivo ao Projeto de Lei que estabeleceu a universidade com várias unidades de ensino e com isso garantimos o acesso ao ensino superior em todas as regiões do Tocantins.

“Ter um campus da UFT aqui em Gurupi foi e é importante para nós. Tenho certeza que se não tivéssemos o campus aqui, muitos de nós não teria condições de ir para Palmas por exemplo, para cursar o ensino superior. A UFT trouxe desenvolvimento para todo o estado”, avaliou o estudante Pedro da Silva.

Paulo Mourão visitou ainda a Câmara de Vereadores de Gurupi e a Feira da Agricultura Familiar onde conversou sobre a produção dos agricultores da região, conheceu a realidade e parabenizou a força dos agricultores e agricultoras em desenvolver suas atividades.

Fotos: Antônio Gonçalves

O Candidato ao Senado, deputado estadual Paulo Mourão (PT) ao lado da candidata a deputada estadual, jornalista e deputada Solange Duailibe (PT), participaram de um bate-papo, com os jornalistas na noite desta segunda-feira, dia 27, no auditório do Hotel Rio do Sono, em Palmas.

Como instrumento de debate popular, foi apresentada por Paulo Mourão aos jornalistas a plataforma “Participe para a Evolução do Tocantins”, uma ferramenta que estará disponível no site de campanha do candidato ao senado.

encontro com a imprensa hotel rio sono 277 08 18 104

Temas importantes como a regulamentação da profissão, a Previdência, Reforma Trabalhista, tributos e ciência e tecnologia, foram abordados pelo candidato, que chamou mais uma vez atenção para a importância de estimular o debate com o cidadão e com a cidadã.

“O debate deve ser instrumento de pressão aos governos e assim garantir acertos nos serviços que chegam à sociedade”, afirmou Mourão ao alertar que “precisamos debater com o povo temas que envolvem questões de Estado como sua capacidade de investimentos para gerar desenvolvimento, e principalmente implementar um processo ações com gestões voltadas para geração da produção”.

Profissão

A vice-presidente do Sindicato do Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins (Sindjor), Socorro Loureiro, disse que o momento foi para “ouvir as propostas dos candidatos e pedir apoio o junto a categoria, para conseguirmos avanços reais no que diz respeitos as melhorias nas condições de trabalho”.

Junior Veras que é vice-presidente da Federação Nacional do Jornalistas (Fenaj) Região Norte II, pediu também “apoio aos candidatos junto ao congresso Nacional na lutas pela defesa do retorno do diploma”.

Paulo Mourão se propôs a representar a categoria, não só em relação aos assuntos de interesse da classe, mas também, de interesse do Tocantins e do Brasil. “Meu gabinete está de portas abertas para fazermos o debate em defesa das causas dos jornalistas, contem com meu apoio no que for preciso principalmente na luta pelo retorno do Diploma e pela valorização dos profissionais”, disse.

encontro com a imprensa hotel rio sono 277 08 18 142

Solange, que também é jornalista por formação, pretende levar adiante as demandas da categoria e que foram apresentadas. “Quero colocar o meu gabinete à disposição para atender a demanda de vocês [dos jornalistas]. Trabalharei para atender os pedidos apresentados. Foi de grande valia essa conversa. Por onde passo, sempre digo que escutar o que o povo quer é completamente importante para uma gestão eficiente. É escutando vocês que saberemos onde devemos atuar pontualmente”, afirmou.

Demandas da categoria

Durante o encontro foi entregue aos parlamentares um documento com  uma série de reivindicações feitas pelo Sindjor e que refletem as necessidades dos profissionais da Comunicação no Tocantins como a regulamentação da carga horária de 25 horas semanais dos jornalistas e do repórteres fotográficos, criação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria, estruturação das assessorias de comunicação no Legislativo e Executivo do estado,  abertura de  concurso público  para jornalista e repórter fotográfico, bem como apoio na luta junto a bancada federal em defesa do retorno do Diploma.

Página 1 de 2

Senador Paulo Mourão * Suplentes: Professora Germana e Dr. Luis Antônio * Coligação Frente Alternativa PT – Rede – PV – PRTB – PDT – PTB – PCdoB e PSD * Site Oficial